14 de janeiro de 2019

O Visconde Que Me Amava, Os Bridgertons #2

Olá Meus Queridos Leitores!
Tudo bem com vocês? Me contem como foi o natal de vocês?! O meu foi cansativo e bem divertido, comi bastante..(kkkk)
Mas vamos lá, eu sei que ando um pouco fora daqui mais Dezembro e bastante louco né, muito trabalho, mas fazer o que né..Mas estarei voltando pouco a pouco, prometo que terá muitas resenhas..
Porém, me acompanhe nessa resenha maravilhosa da querida Julia Quinn, a última leitura do ano de 2018.

Resultado de imagem para o visconde que me amava
A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.



Em O Duque e Eu, conhecemos um pouco da família Bridgertons e claro que conhecemos Anthony, o primogênito. Pois aqui vamos conhecer mais sobre o primogênito da família, apesar que no primeiro livro ele traz aquela imagem mais autoritária, cuidar bem da família e sabemos pouco dele através de sua irma Daphne. 

Nas primeiras paginas temos um flashback do passado de Anthony quando tinha 18 anos e foi quando seu pai faleceu, deixando ele vulnerável e muito abalado, mesmo que sua família sofreu com a situação, pois Anthony acredita que por ser o primogênito tenha uma ligação maior com o pai, creio que isso algo normal em uma família grande. 
Em nesse momento percebeu que seu pai tenha deixado muito cedo e assim viu que não poderia superar seu pai em nada, principalmente a idade. 


"Não há nada como uma pitada de competição para desperta o pior num homem - ou o melhor numa mulher." 


Depois de anos curtindo a vida, percebe que já é hora de sossega e procura uma noiva, ou seja, casamento. Mas ele procura um casamento por conveniência onde possa ter uma família e um herdeiro para passar o titulo adiante, já que ele tem 29 anos e acredita que não tem muito tempo. Anthony não quer se apaixona, então encontra a esposa perfeita, a querida Edwina Sheffield que para ele é perfeita para ser a futura viscondessa, porém ele não sabe que para corteja-lá e casar com ela, terá que ter a permissão de Kate Sheffield, meia irmã de Edwina e uma garota nada fácil de agradar. Kate conhece a fama de libertino de Anthony e por isso que quer ele longe de sua irmã.

Kate mudou-se para Londres junto de sua irmã e a madrasta para temporada. Sua família não é da lá mais rica e depois da morte de seu pai as coisas ficaram mais difíceis, então conseguiram bancar apenas uma viagem e assim forçando as duas deputarem juntas. Entretanto Kate sendo as mas velhas, sempre ficou as escuras de sua irmã caçula, que sempre chamou atenção dos cavaleiros por sua beleza e delicadeza. Por isso que Kate ao invés de procura um marido para si, passou a ter a responsabilidade de encontra um marido perfeito para sua irmã. Em nesse momento que começa Anthony a corteja Edwina, então ele e Kate começa aquela brigar de cão e gato. Uma briga aqui e outro ali, nada ao extremo mais eles se odeiam e nunca perde uma oportunidade de trocarem farpas. Mas apesar de Anthony saber que não deve agir assim se quer conquistar Kate para chegar a sua irmã, porém ele não pode evitar, ele pensa que Kate é tão irritante e bocuda e ela bom, acha ele um libertino da pior espécie. 


" - Às vezes... - disse Anthony com a voz hesitante - ...às vezes, existem razões para os nossos medos que nós não conseguimos explicar. Pode ser só uma sensação, algo que sabemos que é verdade mas que pareceria infantil a outra pessoa."


Os momentos vão passando, brigas e discussões hilarias acontece com eles dois até que eles passam uma semana na casa de campo dos Bridgertons, que Anthony e Kate vão se aproximando, se conhecendo melhor e percebe que esse ódio que sente um pelo outro e um desejo enorme que sente e tentem reprimir com toda força que tem. Mas quem dizer que o destino não pode interferir, pois acabam os dois entrando em uma situação que será o único jeito aceitável para sociedade Londrina. 

O Visconde Que Me Amava é um romance hilario, cheio de situações que faz você rir a todo tempo. A leitura é leve e rápida, praticamente nas primeiras paginas você já esta amando a historia e mergulhando nela completamente. Julia Quinn tem essa escrita maravilhosa e cada vez mais estou amando conhecer. Ah, outro detalhe que amei muito e ver que mesmo a historia sendo focada em outro personagem, traz a tona os outros do livro anteriores e isso me deixou muito feliz e bem apaixonada por ver Daphne e seu marido, só senti falta dos filhos deles..(hahaha) Para quem gosta de uma romance de época, bom não hesite em ler os livros da família Os bridgertons.

Um comentário

  1. Oi, Lily!
    Esse flashback do passado de Anthony de quando ele perdeu o pai é uma cena muito triste, meu coração ficou apertado ao lê-la...
    Mas eu amei as brigas de cão e gato de Kate e Anthony, O Visconde Que Me Amava é com certeza um livro delicioso de se ler!
    Bjos!

    ResponderExcluir

Layout Free - Design e Desenvolvimento por: Adorável Design