28 de outubro de 2019

Tartarugas até Lá Embaixo, John Green

Olá Meus Queridos Leitores!
Tudo bem com vocês?!
Olha eu aqui de novo com mais uma resenha. Faz um tempo que não tinha lido nada de Jonh Green, tinha em minha estante o seu último lançamento e porque não ler agora. Então vamos embarca em mais uma história desse magnifico autor.

Resultado de imagem para tartarugas até lá embaixo
A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância –, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.


"-Eu queria entender como é - disse Daisy.
- Tudo bem. No fundo ninguém entende o que se passa com o outro. Está todo mundo preso dentro de si mesmo."

Em Tartarugas até lá Embaixo, vamos conhecer a historia de Aza Holmes (ela não é irmã de Sherlock Holmes, haha), uma jovem de dezesseis anos que ao lado de sua melhor amiga, Daisy, procura resolve o mistério do desaparecimento do bilionário Russel Picket para obter a recompensa de cem mil dólares. Aza, conhece o filho, Davis Picket que conheceu em um acampamento, com essa vantagem elas aproveita para descobrir mais pista sobre o desaparecimento do pai. 



“Mas eu estava começando a entender que a vida é uma história que contam sobre nós, não uma história que escolhemos contar.”

Em nessa jornada de desvendar o mistério, Aza tem que lida com seus problemas, ela tem TOC (Transtorno Obsessivo-Compulsivo) que basicamente ela tem dificuldade em controlar seus pensamentos e passar se questionado o tempo todo se ela é a autora de suas ações ou não. Ela vive presa em seu pequeno mundo de espiral onde ficar pensando sobre quantas microbactérias poder ter ao seu redor ou cutucando o seu machucado no dedão que sempre estar com bad aids.


“O verdadeiro terror não é ter medo, é não ter escolha senão senti-lo”

Quando Aza se reencontrar com David, ela passa a entender o quanto ele está passando pelo desaparecimento do pai e principalmente o seu irmão, Noah. Ele meio que se abre para aza falando tudo que lhe estar machucando com todos os acontecimentos em relação ao seu pai, que alias ele estava fugindo da polícia, e para que as meninas desistem de procura-lo oferece a mesma quantia para que não volte a procurar. Mas esse acontecimento fez com que Aza e Devis se aproximasse e acabasse se tornando amigos. Ou quem sabe um romance né!


Tartarugas até Lá Embaixo é mais um novo romance de Green. Aqui, Jonh soube trazer uma história com muita delicadeza e leveza porque se trata de uma doença. TOC é uma perturbação mental caracterizada por obsessões e compulsões para quem não sabe, e a nossa protagonista sofre desse mal, ela está em constantemente envolto de seus pensamentos e presos a ele, Aza sempre estar ali questionando e se perguntando se ela foi contaminada ou não, se contraiu alguma bactéria, isso é complicado e difícil de lidar. E para quem não sabe Green também tem essa doença e que ele colocou uma parte da sua vida nesse livro e foi maravilhoso da parte dele compartilhar com seus leitores.
Se não leu nada desse autor ou porque não gosta deveria dar uma chance porque vale muito a pena ler. Aqui não vai só retratar uma investigação apesar de que o foco e a doença, entretanto vai falar sobre o valor de uma amizade, o amor de uma mãe. Der uma chance!

4 comentários

  1. Oiii ❤ Gosto bastante da escrita do John Green, acho que ele tem uma escrita bem gostosa de se ler, descomplicada. Mas, até agora, só li A Culpa é das Estrelas do autor, pois nenhum dos outros livros chamou a minha atenção. Até eu ler a sinopse de Tartarugas até lá embaixo e ter que comprar o livro. Ele está parado na minha estante, mas já que você indica a leitura, vou dar uma chance para o livro.
    Gostei que o autor aborda o TOC, doença que ele mesmo tem. Acho bom que livros falem sobre doenças mentais.
    Achei interessante que Aza e sua amiga querem ir atrás de homem desaparecido para ganhar uma recompensa e que ela se aproxime de Devis nesse caminho.
    Eu espero que esse livro tenha um final feliz rsrsrs.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  2. Olá, Lily! ♡ Até agora só li um livro do autor, que foi A Culpa é das Estrelas. Eu gostei bastante da escrita do autor, é simples, fluída e tocante. Só não li outros livros dele, pois nenhum deles chamou minha atenção, até eu me deparar com Tartarugas até lá embaixo, que é um livro que pretendo ler ainda essa ano, espero conseguir ♡
    A premissa desse livro me ganhou rapidamente, eu gostei que o autor trabalhou o TOC, é uma doença que precisa ser abordada. O livro parece muito bem construído, mostrando como é a vida das pessoas que lidam com essa doença.
    Enfim, já quero conferir essa história, estou com saudades de ler algo do John Green e acredito que vou gostar bastante deste livro!
    Obrigada pela indicação, adorei a resenha!
    Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  3. Lily!
    Já tive oportunidade de ler esse livro muito bom do Green e o que mais gostei foi justamente ele ter abordado sobre o TOC, inclusive ele também tem essa Síndrome.
    Só achei a escrita um tantinho repetitiva em alguns momentos, mas com o toc é assim, né?
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Lily!
    Gostei muito de ter tratado sobre o TOC, mas achei o final muito triste, faltou mais informações e acho que a Aza merecia ser mais feliz, ter um final mais completinho. kkk
    Esse e Quem é você Alasca? foram os que menos gostei do John.
    bjs

    ResponderExcluir

Layout Free - Design e Desenvolvimento por: Adorável Design