15 de outubro de 2020

Eleanor & Park, Rainbow Rowell

 Olá Leitores, tutubom?

Me conta, como está a sua vida? Sua família? Seus estudos? E as leituras, estão ótimas? Em qual aventura estar nesse momento? Me diz ai! Eu sei muitas perguntas né! Mas é uma maneira mais legal de estamos bem pertinho, 😆

Vamos agora falar de leituras, sim. Hoje trago uma resenha de um livro que me trouxe amor e ódio. Que faz a gente se lembra de como é se apaixonar pela primeira vez, aquela sensação maravilhosa que sentimos.


Só queria partir essa musica em pedaços - ela falou - e amar todos até a morte. 

 

A trama vai contar a história de Eleanor e Park. Eleanor é uma adolescente com cabelos ruivos e com roupas estranhas, largas e cheios de acessórios. Ela acabou de voltar para sua casa depois de um ano vivendo fora porque foi expulsa pelo seu padrasto. Em seu primeiro dia de aula, Eleanor entra no ônibus escolar e é recebida pelas pessoas com comentários maldosos. Ela tem dificuldade em encontrar um lugar para sentar, já que os outros não deixava até que Park lhe concede o seu lado para ela sentar.


 "Na sua vida, as coisas acontecem por um motivo. As pessoas fazem sentido. Mas a minha vida não é assim. Ninguém na minha família faz sentido.."


Park é mestiço asiático e bem estilo nerd. Ele vive sempre com fone de ouvido escutando musicas dos anos 60 ou 80, mas o menos por aí e estar sempre lendo gibis de super herói. Quando Park deixa Eleanor sentar do seu lado, eles evitam a ter qualquer tipo de contato até o momento em que Park percebe que Eleanor estava lendo os seus gibis. A partir desse momento que eles irão construir uma amizade através de trocas de gibis e fitas cassetes.


 "Era muito raro encontrar alguém assim, ele pensava. Alguém para amar para sempre; alguém que também o amaria para sempre. E o que fazer quando essa pessoa nasce meio mundo distante?"


Eleanor & Park é um jovem adulto maravilhoso que iremos acompanhar dois jovens adolescente descobrindo os seus sentimentos e de como é se apaixonar pela primeira vez. A trama que se passa nos anos 80 teremos varias referencias dessa época como gibis de heróis que era muito famosos naquela época, as músicas que eles escutam são de bandas incríveis como U2, The Smiths e outros. Também não posso deixar de mencionar as fitas cassetes que eram através deles que gravava as músicas e escutávamos com um walkman.

 


Já os personagens são incríveis e bem construídos, temos a Eleanor que vive em uma família muito desestruturada onde a mãe sofre um relacionamento abusivo e submissa, seus pequenos irmãos que não a entende, seu pai biológico não estar nem ai e para deixar a sua vida mais difícil, ela sofre bullying na escola por ser diferente. Apesar de tudo isso, ela é forte e procura de uma maneira de seguir em frente. Já Park tem uma família “perfeita”, sua mãe é coreana que se casou com seu pai que era um soldado, porém ele tem certo problema com ele por não aceitar o seu jeito diferente de ser e também tem um irmão, Josh. Ele é um personagem tímido, sempre na dele, mas isso muda quando conhece Eleanor.

 

É uma trama simples, intercalado entre os personagens que teremos a noção do que eles sentem e seus pensamentos. Aqui é abordado temas complicados como o bullying e a desestrutura familiar foi impossível focar no romance dos jovens porque ver a situação da família de Eleanor isso me deixava com ódio mortal. Também temos certo racismo na trama, onde o personagem Park sofre por ser asiático e ter o olho puxado, mas isso não é tão visível e bastante camuflado. Por outro lado, amei ver eles se apaixonando no decorre da trama, aquela sensação de amar pela primeira vez, sentir borboletas no estomago, isso era incrível. É uma leitura leve e apaixonante que indico muito. 


8 comentários

  1. Li e chorei horrores com Eleanor & Park.
    Um livro sensível e delicado.
    Por aqui me dividindo entre trabalho, 3 LCs e meus pets

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lily!

    Que gostoso ver essa resenha por aqui! Acabei me lembrando do quanto essa leitura foi boa. Um dos aspectos que mais gostei nesse livro, foram as referências musicais. Eu sou apaixonada por música, então ver The Smiths e outras bandas incríveis serem mencionadas no livro foi super legal. É muito bonita a relação dos dois e você se vê torcendo sempre por eles. Eu adorei a leitura! Qualquer dia vou reler.

    ResponderExcluir
  3. Li esse livro numa versão antiga, que uma amiga comprou na revista Avon. E como isso faz um bom tempo, muitos detalhes se perderam.
    Mas sei que é uma história tão doce e tão triste, que a vontade abraçar Eleanor e a de colocar num potinho, são enormes!
    Dois jovens marcados pela vida e pela crueldade dela e mesmo assim, buscando forças um no outro.
    Por isso, espero sim, comprar essa nova edição lançada recentemente e mais uma vez, me emocionar!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  4. Já vi várias resenhas desse livro quando foi lançado, e o engraçado é que esse ano já consegui acompanhar um número bom também.
    Bom, minha faculdade volta na segunda, vou ter menos tempo pra ler, mas o que eu li em 7 meses valeu a pena com certezaaa! hahaha
    Adoro histórias que intercalam os personagens, acho que a gente se sente mais perto deles sabe? Além de ser de um gênero que eu adoro :D

    ResponderExcluir
  5. Lily!
    Uma pena que trouxe sentimentos tão controversos para você essa leitura.
    Gosto muito quando uma autora traz a mensagem de esperança em novos recomeços.
    Os livros da autora são realmente envolventes e trazem várias emoções por causa dos dramas envolvidos.
    Deve ser uma delicia poder acompanhar essa nova dinâmica familiar e as mudanças que acontecem.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Menina, tô me matando com a faculdade, mas vai dar certo. Acabou até que deixei as leituras um pouco de lado, o que é triste, mas necessário.
    Mas enfim, eu li Eleanor & Park nessa edição da Universo também, mas recebi a nova da Seguinte e tô doida pra reler e ver as mudanças na tradução! Ao mesmo tempo tô com um pouco de medo, porque na época gostei muito do livro e não quero perder o encanto.
    Eleanor é muito preciosa, né? Sofri muito com essa situação de abuso da família!

    Beijo!
    https://www.roendolivros.com.br

    ResponderExcluir
  7. Já quis muito ler esse livro, mas acabei deixando para lá. Quando lançaram a outra versão, que acho que é igual, a capa só passou a ser amarela, fiquei curiosa e me perguntando se deveria dar uma chance. Acontece que não me deu vontade sabe? Ao contrário de antes que eu era super curiosa com a história, acho que isso se deve aos comentários negativos que vi sobre e à fase diferente de leitura que estou agora. Todavia, acho muito interessante ele abordar tantos assuntos importantes e os personagens serem bem construídos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lily!
    Confesso que nunca tive interesse em ler Eleanor & Park, em conhecer o romance entre esses dois adolescentes, acho que é porque é um livro jovem adulto e, nada contra, mas não curto muito esse gênero, até leio vez ou outra mas é muito difícil e a história tem que me interessar muito para eu pegar pra ler, e isso não aconteceu com esse livro... por isso dificilmente eu o leria. Bjos!

    ResponderExcluir

Layout Free - Design e Desenvolvimento por: Adorável Design