Imperfeitos, Cecelia Ahern

by - 17:00


Olá Leitores, turubon?

Qual é o livro mais encalhado da sua estante? Olha, nem vou falar da minha até porque existe vários.. Mas ao conhecer um projeto feito por um amigo de desencalhar livros da estante, tive a oportunidade de conhecer esse livro incrível.. que por sinal, aconselho vocês a fazerem isso, nem que seja uma vez por mês, talvez aquele livro que estar encalhado na sua estante pode ter uma história maravilhosa.


 Sou uma menina de definições, de lógica, de preto no branco. Lembre-se disso.


Celestine North é considerada perfeita. Uma adolescente que é boa filha, uma namorada perfeita e praticamente considerada um exemplo para sua família. Ela se esforça muito para agradar a todos, principalmente o seu sogro, Juiz Crevan, o pai do seu namorado, Art. O Juiz Crevan é importantíssimo na cidade por ser aquele que estar todos os dias no tribunal julgando as pessoas como imperfeitos.


 "Nunca sabemos como as pessoas à nossa volta, as que consideramos nossas amigas, são na verdade."


As pessoas que vão ao tribunal a serem julgas como imperfeitos, são marcadas com ferro a fogo na própria pele e dependendo da sua acusação pode levar a marcas na têmpora, sola dos pés, nas mãos, peitoral e na língua. Os imperfeitos são considerados pessoas totalmente diferentes dos perfeitos, tem que seguir as novas regras e de alguma forma aprender a conviver com sua nova vida.


 "Estas pessoas eram ridicularizadas em público, expostas como exemplos de fracasso e obrigadas a renunciar. Eram denunciadas. Não eram criminosas, mas tomaram decisões erradas."


Tudo muda quando a Celestine que estava em um ônibus a caminho da escola, um idoso imperfeito estava em pé passando mal e ela com impulso de ajudar, acaba ajudando o senhor a sentar e nisso sua vida virou de cabeça para baixo. Celestine foi levada ao julgamento. Em seu julgamento, Celestine foi acusada de ser imperfeita e recebeu cinco marcas, algo nunca visto em um julgamento e pela sua atitude e seus pensamentos, Celestine acabou por ser tornar uma esperança aos imperfeitos. A esperança de que é capaz de derrubar o sistema autoritário.

 


Imperfeitos é uma distopia maravilhosa. Nunca pensei que esse livro seria algo tão incrível e ao mesmo tempo perto da nossa realidade. Esse foi meu segundo contato com a autora até porque li um livro dela há muito tempo atrás e hoje pretendo reler novamente. Aqui temos uma trama muito bem escrita e elaborada, a autora traz uma crítica social em questão de poder, totalitarismo e corrupção e muito outros. Nessa distopia as pessoas são consideradas perfeitas uma maneira de mostra que a sociedade seria melhor, mas esquecem que nós seres humanos não somos e isso é demostrado aqui. Por mais que procuramos ser perfeitos, nunca vamos ser porque sempre vamos estar nós se questionando sobre tudo ao nosso redor.

 

Ao finalizar a leitura, descubro que é uma duologia, pois o segundo volume não foi publicado no brasil e isso matar qualquer leitor porque quero muito descobrir o final dessa história, mas como sou bem persistente procurei em espanhol e já tenho no kindle, agora só esperando o momento de ler. Só posso dizer que esse é um livro que vou estar indicado a todos.



You May Also Like

9 comentarios

  1. Lily!
    Gosto muito da autora e fiquei curiosa pela leitura, mas um tanto triste porque o segundo livro não foi editado no Brasil.
    Deve ser uma tremenda distopia.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Não tenho nenhum contato com os livroos da autora... Mas,eu gostei bastante dessa distopia e fiquei com vontade de ler.

    https://expressoliterarios.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Gente, eu nunca tinha visto esse livro antes. Onde eu vivo? Adoro uma distopia, apesar de fazer um bom tempo que não leio nenhuma e claro que dei aquela torcida de nariz com esse segundo livro em espanhol rs
    Mas confio no seu gosto e já quero muito encontrar esse livro e entender os motivos de se ajudar alguém te fazer Imperfeito.
    Ah e o projeto do desencalhar é maravilhoso!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  4. Não faz pergunta difícil amiga....
    Tô cheia de encalhados.
    Mês passado desencalhei a série Noivas da Semana da Catherine Bybee, que estava há séculos parada na estante....
    E todo mês desencalho 2 livros no projeto #BookJardosEncalhados #BookJardoAbacaxi

    ResponderExcluir
  5. Muito boa esse resenha, pela capa achava que era só um romance clichê, porém capas enganam. A crítica que o livro quer fazer é muito importante e me deixou bastante interessada nele. Que pena que não tem o 2° no Brasil 😔.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lily
    Esse mês também desencalhei 2 livros que faziam uns anos que estavam esperando para ser lidos.
    Não li nada da autora, essa capa é linda. Que bom que você conseguiu a continuação.
    Não tem como não comparar o enredo com nossa realidade, ninguém é perfeito e muitas pessoas escondem seus defeitos e aponta a falha do próximo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Lily
    Livros encalhados? É o que mais tenho aqui em casa rsrs.gostei da indicação do livro mas desanimei ao saber que é duologia e que o segundo livro não foi publicado no Brasil
    Que bom que você vai poder ler a continuação em espanhol.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá! Também aderi esse projeto de tentar ler alguns livros que estão encalhados aqui na minha estante, e está dando resultado (ufa), esse livro eu não li ainda, mas fiquei bem animada para conferir, adorei esse enredo, uma pena o segundo ainda não ter sido publicado por aqui.

    ResponderExcluir
  9. Oii,
    Aii amei ele também.
    Achei muitooooo reflexivo.
    Fala tanto sobre a sociedade atual, que nos faz pensar que por sermos nós mesmos, somos imperfeitos, fora do normal, mas aí é que tá, somos especiais como somos.
    Não existe perfeição imposta.
    Não vejo a hora de ler a continuação, li em um blog que a Harper collins vai publicar.
    bjs

    ResponderExcluir