Filme: Depois do Universo

29 de novembro de 2022


Heey leitores, turubon?
Vocês assistem filmes brasileiros? Para ser sincera, sou uma pessoa difícil de assistir algum filme nacional, tirando O Auto da Compadecida que é um clássico e que amo demais. Recentemente foi estreado na Netflix um filme de romance brasileiro e como amo demais romance resolvi assistir.
 
Em algum lugar do Universo, existe uma pessoa que é 100% compatível comigo

Em nessa história vamos conhecer Nina, uma pianista que aos seus 13 anos foi diagnosticada com lúpus, uma doença autoimune que seu sistema imunológico acaba atacando os seus próprios órgãos. Nina vai percebendo que o seu sonho de se tornar uma pianista fica cada vez mais difícil quando ficou sabendo que sua função renal estar piorando e que ela precisa de um transplante de rim até que não chegue a sua vez, ela precisará fazer hemodiálise para que seus rins funcionem normalmente.



Nina apesar de passar por todos esses problemas em sua vida, ela ver no jornal um anúncio de uma audição para fazer parte da Orquestra Sinfónica e qualquer oportunidade de praticar piano, ela aproveita. Em uma estação de trem, Nina acaba encontrando um piano e começa a toca, porém acaba sendo interrompida por um jovem correndo as pressas em uma bicicleta.


Nina ao chegar no hospital para sua primeira hemodiálise acaba reencontrando o garoto da bicicleta. Ele é Gabriel e é medico residente do hospital. Ao contrario de Nina, Gabriel é um jovem altruísta e muito otimista, já que ele ver positividade em tudo. Ambos vão ali construindo uma amizade até que acabam se apaixonando um pelo outro.
 
Depois do Universo é um filme clichê, romântico e é obvio de muitas lagrimas.  Como falei no inicio da resenha, não sou muito de ver filmes brasileiros, mas esse filme aqui me ganhou. Fui assistir pensando ser um filme de romance fofo e terminei em posição fetal chorando feito um bebê.
 
A Nina que é interpretada pela Giulia Be, sou muito apaixonada pelas musicas dela e vê ela atuando é incrível. A gente percebe que é sua primeira vez atuando em um filme, mas mesmo assim ficou perfeito. Outros personagens que se destacaram foram o avô de Nina e o melhor amigo de Gabriel que em cada cena com ele era risada na certa.
 
É um filme que acredito que você tem que assistir sem saber muito da história, pois você acaba se conectando com os personagens e além de que você irá da risada a lagrimas em questões de segundos. Então, se você ainda não assistiu, estar esperando o que!

Classificação Indicativa +14


7 comentários

  1. Olá! Confesso que essa garantia de muitas lágrimas me assusta um pouco, não sei se tenho lencinhos suficientes para um evento desses (risos).

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto muito de filmes nacionais e já ouvi muita gente elogiando esse. Não estou numa vibe boa pra assisti esse filme no momento, optando por coisas mais divertidas e tal. Acho que deveríamos prestigiar as produções nacionais, afinal sabemos que não é fácil produzir no Brasil e tem coisas muito boas.

    ResponderExcluir
  3. Eu sou muito do contra, quando algo está muito hypado eu prefiro passar o auge e depois vejo ou leio.
    E com esse filme acontece isso, já ouvi tantos elogios e muitos mandando assitir que estou deixando para outro momento.

    ResponderExcluir
  4. Lindo filme!!!
    Com um plot devastador!! E que precisamos de lencinhos de papel.
    Giulia me surpreendeu... autou muitoooo bem

    ResponderExcluir
  5. Ja tinha ouvido falar de Giulia be, mas conefsso que nao tinah visto o rosto dela ainda rs.
    Alias, provavelmente ja vi, mas n liguei rosto com nome, to bem curiosa em ver o filme pois romance e lagrimas tipo de filme q gosto de ver, pq nao rsrsrs
    Não costumo ver tb muitos nacionais, mas comedia vejo br...

    ResponderExcluir
  6. Lily!
    Os filmes desse tipo sempre arrasam meu coração, mas nunca deixo de assistir, até parece que sou masoquista.
    Não conhecia, vou procurar.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Ola
    Não conhecia o filme .Mas gostei da premissa Parece mesmo ser bem emocionante .

    ResponderExcluir