4 de novembro de 2019

Se Eu Ficar, Gayle Forman

Olá Meus Queridos Leitores!
Tudo bem com vocês?!
Hoje trago uma resenha incrível, muitos já conhece essa história que foi adaptada ao cinema, vi primeiro o filme e só agora tive a oportunidade de ler o livro, então vamos ver o que achei. Acompanhe!

Se Eu Ficar
A última coisa de que Mia se lembra é a música. Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... E o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.



Não deveria ter tentado tanto. Percebo agora que morrer é fácil. Viver é que é difícil. 

Se eu ficar, contará a história de Mia Hall, uma jovem de dezessete anos e que é uma violoncelista maravilhosa, ao contrario de seus pais que são roqueiros e bastante modernos. Em umas de suas aulas de arte, ela conhece Adam, que estuda no mesmo colégio e que estar no terceiro ano. Adam tem uma banda de rock chamada Shooting Star. Em um dia qualquer Adam chama Mia para assistir a um concerto e por fim eles começam a namorar.

“- Mas, falando sério, como a gente consegue acabar com o nervosismo? Papai continuava sorrindo, mas posso dizer que ele tinha ficado sério porque diminuiu o tom de voz: - Nós não conseguimos. Apenas aprendemos a lidar com ele. E aguentamos firme.”


Mia Hall tem um futuro brilhante pela frente, ela tem a oportunidade de entrar na melhor escola de música, Julliard em Nova York, porém ela estar naquele momento de indecisão se resolve lutar pelo seu sonho de estuda musica clássica na melhor escola ou permanecer em sua cidade, Oregon com sua família e seu namorado. Em um dia qualquer a família de Mia resolve fazer uma viajem em plena nevasca, já que todas as aulas estavam suspensas. No decorrer do caminho eles sofrem um acidente e os pais de Mia morrem na hora, apenas sobrevivendo ela e seu pequeno irmão, Teddy.

-Só acho que os funerais são como a própria morte. Você pode ter os seus desejos e planos, mas, no final das contas, nada está sob o seu controle.”

Mia perde seus pais, seu irmão está lutando pela vida e ela, estar em um estado de coma grave. O que há deixa mais surpreendida e que ela estar fora do seu corpo, como se fosse um espirito vendo tudo que estar acontecendo ao seu redor. Ela viu seus pais morto no local do acidente, viu a si mesma em um estado nada agradável e no momento em que o socorro chegaram, levaram imediatamente para o hospital. Mia, ao chegar ao hospital ver toda sua família ali, dando apoio. Sua melhor amiga ao lado de sua mãe chega ao hospital para estar com ela e principalmente seu namorado Adam tentando de varias maneiras vê-la na UTI. Mia estar entre a vida e a morte, entre a decisão de se irá ficar ou não. Ela passar por momentos de lembranças do passado e vendo o próprio presente. Será que ela resolveu ficar e seguir em frente ou desistiu de lutar pela vida?


Se Eu Ficar foi meu primeiro contato com o autor, já tinha visto o filme antes mesmo de saber que era uma adaptação e quando vi que tinha o livro, tive que procurar para tê-lo e poder ler. A história é maravilhosa, você ver como a família de Mia tem um amor incondicional, apesar de eles serem bastante diferente pela diferença musical, mas mesmo assim tem aquele amor presente. É um daqueles livros que você ler e ficar ali pensando e avaliando a sua vida, uma lição que você acabar por aprender. É maravilhoso, vale muito a pena ler. Só notei uma diferença e que no livro não tive tanta emoção como eu sentir ao ver o filme, acho que no filme fizeram de uma maneira para impactar o espectador. Só devo dizer que adorei!

6 comentários

  1. Olá, Lily! ♡ Eu gostei do livro, mas ele não chegou nem perto de me impactar como o filme fez. É difícil eu preferir o filme do que o livro, mas foi o que aconteceu, pois de fato, o filme passa muito mais emoção, drama, a gente consegue entender melhor a personagem, é desesperador ver a angústia e sofrimento de Mia ao perder a família e no filme isso ficou bem mais claro.
    Gostei do livro, mas achei que o mesmo teve algumas passagens bem cansativas, que atrapalharam um pouco minha leitura.
    Adorei a resenha! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  2. Lily!
    Tive oportunidade de ler esse livro da autora também e é tão doloroso todo o conflito que ela passa e no final ter de fazer uma escolha, não é mesmo?
    Assisti o filme também e achei bem fiel ao livro e dá outra ida a leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Oiii ❤ Esse é um livro bem angustiante, é tão triste ver Mia perder as pessoas que ama e não saber se vai ficar ou ir. Essa escolha foi muito difícil pra personagem, escolher ficar mesmo depois de perder a família.
    É interessante que a alma da personagem está fora do corpo, pois isso possibilita o leitura saber como ela está se sentindo.
    Eu também assisti o filme primeiro, mas ainda depois de ler o livro, ainda prefiro p filme, pois ele me emocionou ainda mais que o livro.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li o livro e nem assisti ao filme por falta de oportunidade. Mas conheço a histórias através das resenhas e vejo que é uma història forte. Quero muito ler o livro primeiro.

    ResponderExcluir
  5. Não li o livro ainda, mas já assisti o filme uns anos atrás, mas espero algum dia poder ler.
    Confesso que gostei bastante do filme, mesmo a crítica dele não sendo muito positiva, achei de certa forma impactante e angustiante. A narrativa mesclando passado e presente, e a personagem com a grande dúvida se vai ou se fica me interessou bastante.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lily
    Sabe que não gostei desse livro kkk
    Ah, sei lá, eu esperava mais. Eu li quando foi lançado junto com o filme e acho que fui com muita expectativa. Kkmk
    Mas é interessante mesmo.
    Tenho vontade de ler a continuação, quem sabe não gosto mais.
    O filme ainda quero ver.
    Bjs

    ResponderExcluir

Layout Free - Design e Desenvolvimento por: Adorável Design