16 de maio de 2020

O Homem de Giz, C.J. Tudor


Olá Leitores! Tudo bem com vocês?!
Como anda essa quarentena, muitas leituras e series em dia?! Pois, eu estou tentando já que uso o tempo para estudar e tentar ler algo. Bom, vim apresentar a vocês um Thriller com uma história cheia de mistério e suspense. Só uma coisa tenha cuidado com o Homem de Giz.

Mesmo depois de a espuma e os flocos terem assentado, as coisas nunca mais voltaram a ser como antes. 

Em 1986 na cidade de Anderburry, vive cincos crianças. Gav, Mickey, Hoppo, Nicky e Eddie, todos eles vivem andando de bicicleta pela cidade procurando por aventuras. Estudam na mesma escola e andam pelos bosques em buscas de diversão. Eddie apenas queria estar entre amigos e estava feliz por ir ao parque com seus amigos sem a presença dos pais. Em plena diversão algo inesperado acontece, um brinquedo quebra havendo vários feridos e assim aproximando Eddie do professor Sr. Halloran. Um professor bem reservado.

"É curioso como reparamos em coisas estranhas nos momentos mais terríveis."

Em pleno verão e de férias eles só queriam se divertir, então para haver uma comunicação entre eles resolveram criar homens de palito feito de giz de forma de código. Cada um tinha sua cor e assim saberia quem foi que deixou a mensagem. Certo dia vários homens de giz foram feitos e levaram eles direto ao bosque. E ali encontraram um corpo de uma garota em pedaços e desde então tudo mudou.

"Nem sempre o que nos molda são as nossas realizações, e sim as nossas omissões. Não necessariamente as mentiras, apenas as verdades que não dizemos."

Trinta anos depois, Eddie procura seguir em frente e esquecer o passado. Ainda vive em sua casa de infância, seu pai morreu de Alzheimer e sua mãe se casou novamente e mora fora da cidade. Ele com seus quarenta dois anos ainda está solteiro, trabalha como professor e divide a casa com sua inquilina, Chloe. Ainda permanece contato com seus antigos amigos, apenas com Gav e Hoppo, os únicos que vive na cidade. Eddie recebe uma carta com homens de giz desenhado e isso lhe assustar e para deixar com ar de mistério, seu amigo Mickey estar de volta a cidade e lhe pede ajuda. Ele quer escrever um livro sobre os acontecimentos do passado e afirma que sabe quem foi o assassino. Mas antes de qualquer coisa, Eddie recebe a notícia de que Mickey foi morto e junto com ele estava um desenho de homem feito de giz. Assim trazendo duvidas e pergunta sobre os acontecimentos do passado.



"Afinal, quem somos nós além da soma de nossas experiências, das coisas que aprendemos e colecionamos ao longo da vida? Sem isso, não passamos de um conjunto de pele, ossos e vasos sanguíneos."

O Homem de Giz é um Thriller cheio de mistério.  Foi meu primeiro contato com a autora, a escrita dela é bem fluida e rápida. Somos transferidos entre o passado e o presente com o ponto de vista de Eddie. Além de ser um Thriller somos apresentadas situações reais, como o aborto, que a mãe de Eddie trabalhava em uma clínica e que gera muitas controvérsias. E é claro a manifestação dos religiosos contra a esses atos. São situações que poderemos presencia na atualidade. Ah, não devo deixar de mencionar que a história faz lembra um pouco Stranger Things e It – A Coisa, apesar que só a faz lembrar mesmo. Gostei bastante da leitura, em vários momentos fiquei chocada mas senti que a autora esqueceu de alguns detalhes, mas mesmo assim a leitura é incrível. Indico muito!



6 comentários

  1. Preciso tanto ler este livro da autora, aliás, este e o segundo livro e se minha memória não estiver uma meleca..rs já tem um terceiro dela também que está sendo muito comentado!
    Eu acabei ganhando este livro num sorteio e nunca chegou ;/ por isso, só estou esperando passar tudo isso da pandemia e comprar ele.
    Eu sou fã de um bom trhiller e pelo que li acima,a autora caprichou no mistério e também na amizade destes jovens!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Recentemente estou tomando gosto por thrillers ou qualquer leitura que apresenta um bom toque de suspense. Já tinha visto por aí o livro, mas sem nunca ter lido uma resenha sobre ele.
    Achei o enredo interessante, e só por essa leitura já fiquei curiosa para saber quem está por trás do assassinato daquela garota e também do assassinato do Mickey.

    ResponderExcluir
  3. Lily!
    Livro de suspense, mesmo que não seja excepcional, sempre traz uma boa leitura, ainda mais quando a autora intercala lembranças do passado com o presente, gosto muito disso, porque vamos encaixando as peças aos poucos.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Nessa quarentena estou aproveitando para estudar e ver muitos filmes de terror. Livros li poucos.
    Quando estava lendo sua resenha comecei a achar parecido com IT também. Tenho esse livro na minha lista há tempos, uma das minhas metas de leitura é conhecer as obras da C. J. Tudor.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lily
    Já tem um tempinho que li o livro, e lendo sua resenha me lembrei de todos os detalhes da trama.
    Quero muito ler os outros dois livros da autora, ela tem uma escrita que prende o leitor do início ao fim.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lily
    Tudo isso que acontece com o Eddie é bem louco.
    Tô curiosa e ansiosa para lê-lo. Não leio muito thriller, mas esse quero demais.
    Bjs

    ResponderExcluir

Layout Free - Design e Desenvolvimento por: Adorável Design