11 de setembro de 2018

Estrelas Além do Tempo

Olá Meus Queridos Leitores!
Eu me pergunto o porque demorei tanto para assistir a esse filme. Hoje trago a resenha de um magnifico filme que realmente me fez várias questões sobre a história. Então só confira!

Resultado de imagem para estrelas alem do tempo
1961. Em plena Guerra Fria, Estados Unidos e União Soviética disputam a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lida com uma profunda cisão racial, entre brancos e negros. Tal situação é refletida também na NASA, onde um grupo de funcionárias negras é obrigada a trabalhar a parte. É lá que estão Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da NASA.

Um filme e três histórias magnificas. Conhecemos Katherine, Mary e Dorothy são três mulheres negras com talentos incríveis. Elas trabalham como computadores da Nasa, onde há uma ala das mulheres negras do local. Katherine é um gênio da matemática (como queria ser assim na escola..É triste) que foi descoberta desde criança que consegue elabora cálculos imagináveis. Mery sonha em ser uma engenheira da Nasa e já Dorothy que apesar de não ganha muito como um supervisor ganhar, mas ela trabalhar como se fosse uma supervisora, já que o cargo está desocupado a muito tempo e ela que tem que elabora as tarefas.

Resultado de imagem para estrelas alem do tempo

O filme vai mostrando a história dessas três mulheres que são amigas, em um ambiente na década de 60, onde prevalece o racismo muito forte aos negros. Podemos ver detalhadamente a separação dos banheiros, dos bebedores e até mesmo o café onde Katherine bebe quando é transferida para ala das missões, que nesse caso ela é uma peça muito importante na missão onde terá que leva o astronauta Glenn a entrar na órbita da terra em segurança. John Glenn é bem mais simpáticos, e um daquele cara que faz questão em cumprimentar as mulheres negras, que enxerga em Katherine a habilidade dela e só viajar mais seguro quando os cálculos são refeitos por ela, mas ele não é o único que ver isso, Al Harrison também consegue ver a importância que ela tem.

Katherine e Harrison são responsável por uma cena muito emocionante do filme, quando a protagonista finalmente jogando tudo aos ares e extravasa sua mágoa por ter que atravessar um pátio inteiro, gastando 40 minutos todo dia para poder ir ao banheiro, já que o prédio que ela trabalha não tem um que ela possa entra. Foi uns dos melhores momentos onde o Harrison fica comovido pelo seu desabafo em frente aos colegas e para não querer que uma de suas funcionárias perdesse tempo, acaba por quebra essa separação de banheiros dentro da Nasa, uma atitude que pode quebra várias barreiras naquela época.

Resultado de imagem para estrelas alem do tempo

Em outra situação vemos Mary com sua batalha para poder estudar engenharia em umas das faculdades em que só aceita brancos e que também terá que lidar com as frustrações e rancores do próprio marido. E Dorothy ver que as máquinas, os verdadeiros computadores ocupariam os lugares das mulheres negras da Nasa, então ela passa aprender a linguagem Fortran e ensinar as colegas de trabalho, transformando-as em programadoras. É tudo isso se passando na Guerra Fria e a corrida espacial e onde cada passa que o russo dar rumo ao espaço deixa os americanos desesperados.

Estrelas Além do Tempo é uma história baseado em fatos reais onde podemos ver essa superação das três mulheres que lutaram para terem esse sucesso e todo respeito no trabalho e de como realmente são boas. E não só vemos essa transformação mais vemos como naquela época o racismo era muito forte, sempre separados como se os brancos tivessem medo de pega a cor deles, como fosse praga e isso realmente é história. Nunca fui de ficar atenta a história mais com esse filme aprendir bastante coisa sobre naquele tempo. Adorei muito o filme e indico bastante ele para assistir em um final de tarde.

Um comentário

  1. Oi Lily, tudo bem?
    Esse filme é extraordinário! Fico chocada com a cena do discurso do banheiro (quando ela toma bronca) e a jarra de café... cada absurdo que doeu o coração só de assistir.
    Bjkas

    http://www.acordeicomvontadedeler.com/

    ResponderExcluir

Layout Free - Design e Desenvolvimento por: Adorável Design