14 de agosto de 2020

Documentário: A 13ª Emenda

Olá Leitores, tutubom?

Estamos no século 21 e ainda existe o preconceito com pessoas negras. Julgando e descriminando só pelo fato da cor da pele. Pois, hoje vim conversa com vocês sobre um documentário que assistir na Netflix pela indicação da minha amiga Mii do Blog Capitulo Treze.


A 13º Emenda é um documentário dirigido por Ava DuVernay com a produção da Netflix. Em épocas passadas sabemos muito bem e estar escrito na própria história que os negros eram escravizados pelos brancos de maneira desumana. Hoje em dia isso já não existe, mas não quer dizer que a escravidão deixou marcas, as pessoas que são negras carregam na pele o medo e a angustia.


O documentário vai retrata o encarceramento nos estados unidos e que 40% das pessoas presas são formadas por negros. A 13º Emenda é uma constituição que garanti a liberdade das pessoas que foram escravizados, dando-lhe liberdade para conviver na sociedade, porém ela não funciona para pessoas criminosas. Depois que acabou a guerra civil os negros foram literalmente presos em massa com o pretexto de que eles eram criminosos e perigosos, qualquer coisa que eles fizessem, o mínimo que seja, eram presos.


 Crítica: “13ª emenda” transforma a imagem em caneta e papel | by ...


Na década de 1970 aconteceu o movimento da Lei e Ordem que dava a lutar pelas drogas na época e onde o presidente vinculava as drogas com os negros. Isso foi uma maneira que o presidente encontrou para fazer com que a sociedade se juntasse ao partido. A cada década que passava era uma taxa aumentando de pessoas negras sendo encarceradas, às vezes nem todos eram julgados corretamente e outros que eram presos injustiçado por não ter cometido nenhum crime e o fato e que demorava anos para provar que é inocente.


Esse documentário não só traz fatos que já conhecemos, porém mostra as taxas que vai aumentando a cada ano, e isso é horrível. Todos nós vimos no noticiário o que aconteceu com George Floyd, assassinado por um policial branco, pois ele não foi o primeiro e não será o último. Houve o mesmo acontecimento em Nova York com Eric Garner em 2014 que foi morto por um policial da mesma maneira que George Floyd, ou seja, isso não é de hoje, isso vem acontecendo há muito tempo.

Esse é um documentário que indico para que vocês sentem e assistam porque não iremos só aprender, mas a entender esse mundo e de como as pessoas negras sofrem com a sociedade em qualquer lugar do mundo. A pergunta que eu faço sempre até onde isso vai para?


16 comentários

  1. Oi, Lily
    É tão bom ver o quanto esse documentário foi interessante para você. Com certeza ele me educou bastante, e eu tenho aprendido mais cada vez sobre a questão racial nos EUA. Infelizmente nem todo mundo conhece esse documentário, mas ele é lindo demais.
    Beijo!
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Lily!
    Pois é, é a pergunta que me faço, porque não admito que em pleno século XXI ainda exista qualquer tipo de preconceito, principalmente por causa da cor de pele ou etnia.
    Vou procurar o documentário para assistir, valeu a dica.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Também conheci a série pelo blog da Mika. Mas ainda não tive a oportunidade de assistir.
    É um documentário necessário pois retrata uma triste realidade

    ResponderExcluir
  4. A resposta é: Não vai parar! Infelizmente essa é a única resposta que consigo encontrar.
    Eu disse estes dias que essa pandemia tem mostrado sim, pessoas boas,mas o número de maldades tem crescido demais. O pior lado do ser humano tem aparecido mais e o preconceito é algo colado na vida de muitas pessoas.
    Uma vida inteira na luta por igualdade e isso dói. Somos humanos, somos irmãos, não há gêneros, cores. Há apenas Humanos.
    Esse documentário é essencial e todos deveriam ter a chance de o ver algumas vezes na vida!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  5. Olá Lily!
    Esse documentário é extremamente pertinente se levarmos em consideração o continuísmo do racismo, que infelizmente ainda existe, principalmente de forma velada.
    E pelo longa metragem podemos perceber que os negros, mesmo depois da abolição da escravidão, ainda tem que enfrentar uma batalha todos os dias contra uma sociedade que os trata como diferentes.
    Além disso, os tratamentos no aspecto jurídico e a própria violência policial direcionada à comunidade negra deixam explícito a desumanização dessas pessoas nos cárceres, sejam eles onde for. A experiência de assistir o documentário parece ser fundamental para apurarmos nosso senso crítico e ir contra qualquer prática racista, para uma sociedade justa e igualitária, livre de preconceito.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o documentário, até porque não acompanho muito séries e filmes. Mas é perceptível o quanto o tema é importante e como causa uma grande discussão essencial na nossa comunidade, aliás, no mundo inteiro né?!
    Que bom que você gostou e trouxe essa indicação pra gente :)
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lily
    Ainda não vi o documentário, mas vou assistir em breve.
    Uma barbaridade que esse preconceito está enraizado em pleno século XXI. O ser humano é tão desprezível que inventa maneiras de incriminar pessoas negras apenas por ódio, cor de pele.
    Mas atualmente muitas pessoas que são "patrões" se aproveitam mais quando seu funcionários são negros.
    Obrigada pela dica, beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi miga, eu amo documentário! É um dos estilos de filme que eu mais gosto. Gostei muito da indicação. Eu sinto muita raiva dessa violência policial, parece que eles são treinados pra isso! Esse caso do Eric Gerner mesmo, o menino foi asfixiado e o policial foi inocentado pelo júri!
    Num sei se você já leu, mas o livro O Ódio que Você Semeia fala muito sobre o racismo que os policiais brancos carregam!

    Beijo!
    https://www.roendolivros.com.br/2017/10/resenha-o-odio-que-voce-semeia.html

    ResponderExcluir
  9. Esse documentário é tudo de perfeito que existe. Uma puta de uma realidade assustadora que ta ai e ninguem percebe pq ninguem quer ligar pra existencia desumana dessa galera. Como melhorar quando vc vive em condições pessimas? :( Eu assisti ele pra universidade e nossa, impactou demais.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Lily!
    Muita gente fez manifestações a respeito do Floyde, mas como você bem disse isso já acontece há muito tempo. Esse documentário foi muito impactante pra mim, me emocionei e me revoltei bastante. Mas é necessário realmente, todo mundo deveria assistir e entender tudo o que acontece e os preconceitos na vida da comunidade negra. Até onde isso vai parar? Se a gente não se conscientizar não sei, infelizmente, não sei.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá Lily!
    O impactante é que só ficamos sabendo dos casos retratados pela mídia mas são inúmeras pessoas que sofrem essa situação. Como você bem falou, é surreal que ainda exista racismo em pleno século vinte um, e que a pessoa seja vista como uma ameaça apenas pela cor da pele, algo que ela não pode (e nem deveria querer) mudar. O que me indigna é ver que aqui no Brasil a coisa não é muito diferente mas muita gente finge que não vê. Ainda não tive a oportunidade de assistir ao documentário pois não tenho Netflix (não sei se tem no youtube) mas irei fazê-lo assim que possível e recomendar pra todas as pessoas assistirem também.

    ResponderExcluir
  12. Não sou de ver documentários, mas tem uns que são tão importantes, que me fazem abrir uma exceção. Uma realidade desumana e mais próxima da gente do que imaginamos..
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Lily!
    Não sou de assistir documentários, mas é muito triste o preconceito da sociedade em relação as pessoas negras, sofreram tanto no passado e ainda sofrem nos dias de hoje... As imagens do assassinato de George Floyd foram pra mim impactantes, desesperadoras e revoltantes... Assim como você também fico me perguntando até onde isso vai parar?!

    ResponderExcluir
  14. Olá! Sem dúvida um documentário incrível e que mais uma vez nos faz ver do que o ser humano é capaz e até onde vai tanta maldade. Já tinha visto a dica e pretendo em breve conferir.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Lily
    Vou assistir, com certeza.
    É muito triste tudo que vem acontecendo, tanto desrespeito e maldade. O racismo tem que acabar!

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o documentário, mas nos últimos dias tenho visto bastantes comentários sobre ele, principalmente depois da morte de George Floyd.
    Não sou muito de assistir documentários, mas vou procurar assistir em breve, principalmente pela mensagem que ele carrega.

    ResponderExcluir

Layout Free - Design e Desenvolvimento por: Adorável Design