7 de agosto de 2020

O Filho do Sol, Daniel Renattini


Olá Fantasiosos, tutubom?
Sim, eu chamei de fantasiosos e se não gostou faça B.O. HAHA
Então, o que você faria se descobrisse que tem poderes? Do tipo de controlar água, fogo, ar ou terra? Se eu fosse escolher um desses poderes, escolheria água porque imagino eu transformando ela em gelo.. Sim, eu tenho uma mente muito fértil. Rsrs
Para pessoas amante de fantasia com certeza irá amar esse livrinho aqui. 
EM PARCERIA COM AUTOR

A ignorância e o medo do desconhecido ainda eram obstáculo altos demais.

Alex Cipriani, um jovem adolescente que acabou de terminar o ensino médio com planejamento em fazer intercambio ao lado da sua namorada, Alice. Ambos estavam em um restaurante comemorando a formatura, já que eles comemoraram com a família, porém eles queriam estar sozinhos para comemora o aniversario de dois anos de namoro. Na volta para casa, eles são perseguidos por um carro estranhos em seguida atingidos por tiros que acabou decorrendo em um acidente.

"No fogo há destruição e morte, mas também há calor e vida."

Alice acabou sendo atingida por um tiro que a fez ficar em coma. Alex todo abalado, as suas emoções começaram a fazer com que seus poderes começassem aparecer, fazendo com que ele ficasse com o corpo muito quente. Com sua vida de cabeça pra baixo, Alex descobre que é um elemental do fogo e que seu pai era um, Teodoro, já que ele estar desaparecido e até o momento ninguém sabe o paradeiro dele. Seu padrinho Abel que é um elemental do fogo quer ajudar seu afilhado a controlar o poder e protege-lo. Já que no mundo atual as pessoas não tem uma certa facilidade em aceitar pessoas diferentes com poderes. Alex terá que aprender a conviver em um mundo totalmente novo. Será que ele vai conseguir?


"Quem imaginaria que a teoria sobre os elementais fosse tão divertida quanto seus trabalhos sobre alienígenas?"

O Filho do Sol é uma fantasia com uma mistura de X-men e A Lenda de Aang. A história é muito envolvente que te prende do início ao fim, fazendo com que você fique com milhares de perguntas na cabeça. Os personagens são incríveis, tenho que deixar panfletado aqui a união de Alex com seu irmão mais velho Tiago, sabemos que quando há irmãos tem aquela rivalidade, mas eles não, são bem unidos e traz aquele humor maravilhoso na trama. A escrita do autor é incrível e bastante fluida. É narrado em terceira pessoa, de inicio tive uma certa dificuldade, já que sou mas acostumada com livros onde temos a noção dos sentimentos dos personagens, mas apesar da narração temos a noção de como Alex se sente em relação a tudo. É uma fantasia maravilhosa que indico muito para quem adora esse tipo de mundo que envolve poderes.


13 comentários

  1. Não sou muito de ler fantasia mas sei reconhecer uma boa premissa. E Filho do Sol me parece ser uma fantasia interessante e envolvente e os personagens são bem verossímeis

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lily
    Que capa linda!
    Mesmo que a trama não traga nada do que já tem em outros livros de fantasia. Parece ser interessante, para começar o pai de Alex sumiu, sua namorada fica em coma e ele tem que aprender controlar seu poder.
    Se pudesse escolher um elemento escolheria o fogo ou talvez a terra.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Aquela foto que enche os olhos!!! Ah, coisa linda! Eu amei o Fantasiosos rs
    Amo o gênero, apesar de ainda não estar lendo muito do gênero no momento, não perco a chance de guardar a dica e com certeza, esse já vai para a lista dos desejados!
    Sem contar que é literatura nacional e? A gente ama muito tudo isso!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  4. Amiga, fantasia é um dos meus gêneros preferidos, principalmente quando é voltada para o público juvenil assim. Achei interessante o fato de ter que ter existido um gatilho para que Alex conhecesse seus poderes, apesar de ter sido uma ocasião meio triste. Também gosto muito quando a irmandade é retratada de forma carinhosa!

    Beijo!
    https://www.roendolivros.com.br/

    ResponderExcluir
  5. hahahaha oii. Acho que eu escolheria o fogo ;) Não sou uma pessoa que lê muita fantasia não, mas gosto. Só acho que a maioria é escrita de forma muito aleatória, então confesso que preciso de opiniões muito boas sobre o livro pra que eu possa arriscar, sabe?
    Acho que eu devo ter lido no máximo um ou dois livros que falam sobre alguém que tem poder assim, leio mais o universo dos vampiros, féericos, coisas assim, mas desse estilo aí da resenha, bem pouco. Mas percebi que sua opinião foi muito boa, parece que o livro prende mesmo né? Que bom que você adorou :)

    ResponderExcluir
  6. Lily!
    Adoro livros de fantasias onde as personagens tem poderes, acho fantástico.
    Gostaria muito de poder acompanhar essa união fraternal e como eles resolvem os problemas que surgem durante o caminho e com a protagonista.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Não tenho ideia de qual super poder desse tipo eu escolheria, apesar de ter pensado sobre isso algumas vezes hahah. Não costumo ler fantasias, mas achei bem interessante a premissa dessa. Gostei muito de saber que é de um autor nacional! Também prefiro livros que não são narrados em terceira pessoa, mas que bom que o autor conseguiu passar os sentimentos mesmo assim.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Lily!
    Eu adoro fantasias, principalmente quando os personagens têm poderes tão incríveis. Não conhecia o livro mas já fiquei pasma com os acontecimentos que levaram os poderes de Alex a se revelarem, e o que acontece com Alice me deixou bem triste. A narrativa em terceira pessoa não me incomoda, já estou bem acostumada. Adorei saber que os irmãos são parceiros e não rivais, também não acho legal quando há uma desavença familiar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá Lily!
    Falou de fantasia eu venho correndo pois é meu gênero preferido! E aqui temos uma mistura de elementos que parece funcionar muito bem, de modo que o resultado é uma história instigante e rica.
    Alex, o protagonista, é aquele típico personagem que possui a jornada do herói, logo facilmente nos vemos cativados por ele, pois ficamos ansiosos para saber onde tudo isso vai dar.
    E esse conceito de manipulação dos elementos é outro ponto que chama bastante atenção, rendendo um bom arco acerca de como o personagem vai aprender a controlar esse poder.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Lily!
    Confesso que eu nunca imaginei ter poderes do tipo controlar água, fogo, ar ou terra, mas eu sou fã de A Lenda de Aang e já fiquei interessada em ler Filho do Sol... Ah, gostei de saber que na história não a rivalidade entre Alex e seu irmão Tiago, geralmente é o contrário que acontece, né?! Enfim, valeu pela dica, anotada! Bjos!

    ResponderExcluir
  11. Olá! Como o gênero é um dos meus favoritos é claro que já anotei a dica, aliás, essa mistura na sua inspiração chamou bastante minha atenção (amo X-men). Confesso que esse lance de elementos me lembrou aquele outro desenho (água, terra, fogo, ar... ou alguma coisa assim).

    ResponderExcluir
  12. Fantasia era o meu gênero favorito até alguns anos atrás, agora nem lembro quando foi a última vez que li haha
    Apesar de não ler o gênero faz tempo, gostei bastante do enredo. E fiquei bastante curiosa para saber como a Alex irá lidar o poder recém descoberto, e para ber mais mais sobre o pai dele que está desaparecido e com a namorada que tinha entrado em coma no começo do livro.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Lily
    Não conhecia o autor, nem o livro, mas já quero!
    Amooooo fantasias!
    E esse com elementais parece ótimo. Super bem bolado e interessante.
    A jornada do Alex parece ser ótima.
    Vou querer com certeza!
    Ai acho que eu queria ter o poder do fogo kkkk
    Bjs

    ResponderExcluir

Layout Free - Design e Desenvolvimento por: Adorável Design