4 de abril de 2020

Filme: O Pianista


Olá Leitores Queridos!
Tudo bem com vocês?!
Para hoje preparei uma resenha de um filme incrivelmente maravilhoso e doloroso ao mesmo tempo. Depois de ter lido o livro O diário de Anne Frank, minha queridíssima mãe percebeu que eu estava com um interesse sobre a segunda guerra mundial, então ela me indiciou o filme O Pianista que foi baseado em história real.

 Filme:”O Pianista”-resumo e reflexão | intraculturalidade

Ao contrário da história de Anne Frank que se passa na Holanda, aqui se passa na Polônia.  Wladyslaw Szpilman, um jovem pianista de 27 anos que trabalhava na radio de Varsóvia. Enquanto tocava o piano, ao lado de fora estava tendo trocas de tiros e logo em seguida à radio foi atingida por uma bomba. Ao chegar em casa, descobre-se que a França e Reino Unido tinham declarado guerra contra a Alemanha nazista, isso foi uma pontinha de esperança para ele e sua família.

 Família do 'Pianista' de Polanski vence julgamento por difamação ...

Entretanto, as coisas começaram a piorar. Todos os judeus foram obrigados a utilizar um lenço no braço esquerdo com o símbolo da Estrela de Davi, uma forma de identificação. Com todos separados, foram obrigados a deixarem suas casas e se mudarem para um local chamado Gueto e nesse bairro foi construída um muro ao redor para que os judeus não tivessem acesso a cidade. Szpilman trabalhava como pianista em um restaurante e procurava ajudar a sua família de alguma maneira.

Um filme em quatro cenas absurdas – O paralelo

Depois de três anos, Wladyslaw e sua família estavam sendo transferido para o campo de concentração, mas ele foi retirado da fila por um polícia, infelizmente não foi o que aconteceu com sua família. Ele continuou lutando pela sua sobrevivência. Os judeus que não foram para o campo de concentração, ficavam em Varsóvia trabalhando para os nazistas, incluindo o próprio pianista. Ele passou a maior parte do tempo sozinho procurando de todas as maneiras para sobreviver entre os escombros da cidade destruída.

Deve se sentir melhor deste lado do muro, não?

Sim. Mas, às vezes, não sei de qual lado do muro eu estou.



O Pianista é um filme digno de história. Uma história baseada na autobiografia do próprio personagem representado no filme, Wladyslaw Szpilman. Como todas as histórias sobre a segunda guerra mundial é apresentado de uma maneira diferente. Aqui traz a vida de quem sobreviveu ao pesadelo e todo o sofrimento desde o momento em que perdeu a própria família e que esteve sozinho na cidade buscando de toda forma a sobrevivência. A época do horror sendo contada da forma mais cruel, pois mostrando o lado mais negro da humanidade. Um filme maravilhoso e recomendo bastante para assistir.


10 comentários

  1. Oi, Lily
    Gosto muito de filmes, livros com esse tema apesar de ser triste e devastador.
    Infelizmente essas barbaridades fizeram parte da vida de muitas famílias.
    Como o quote que está aí qual prisão seria a pior, difícil a vida desse pianista condenado a viver sem a família.
    Obrigada pela dica, vou ver se assisto online porque não tem na Netflix e nem na Amazon Prime Video.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Lily!
    Já tive oportunidade de assistir esse filme fantástico, com teor histórico irrepreensível e muito comovente. Chorei muito, mas também me compadeci do protagonista.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Puxa, que nostalgia gostosa!!!Eu sou viciada em filmes e livros sobre a Segunda Guerra. Terminei um livro essa semana que falava do extermínio dos ciganos, ainda não sabia quase nada a respeito disso e claro, foi emoção do começo ao fim.
    O Pianista chega a ser considerado um clássico do gênero e não importa a época que o vejamos, ele sempre será belíssimo e triste.
    A fotografia, a dor do personagem, a música, a família...o fim!
    Tudo ali, lindamente mostrado.
    Amei e claro que deu vontade rever!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  4. Olá Lily!
    Eu adoro esses filmes que retratam períodos importantes da História, e este parece ser extremamente tocante, ainda mais por ser baseado em uma real.
    Acompanhar a rotina de Wladyslaw sendo abalada por conta dos horrores da Guerra, além de permitir uma nova perspectiva do período, parece fazer o leitor refletir acerca de como a vida das pessoas mudou da noite para o dia quando tudo passou a girar ao redor da violência.
    Adorei a dica!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá Lily!
    Fimes sobre a Segunda Guerra sempre chamam a minha atenção, acho que por ser uma parte tão impactante e dolorosa da nossa História. Esse eu ainda não conhecia e confesso que dá até uma pontinha de esperança saber que o pianista sobreviveu, embora tenha perdido a sua família. Essa frase do muro é bem reflexiva, que em todo lugar há sofrimento, não importa aonde a gente esteja.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. ola
    nossa eu não sabia que esse filme era baseado em fatos reais
    por isso mesmo deve ser mais emocionante
    filmes retratados nessa epoca sempre são impactantes tristes mas que fazem parte da historia ,não é coisa inventada
    não sou muito de assistir filmes mas quando vejo uma indicaçao assim eu procuro ver sim

    ResponderExcluir
  7. Oii! Filmes relacionado a segunda guerra sempre me chamam a atenção, mesmo sendo um fator muito triste, é importante conhecermos nossa história. O Pianista retrata isso muito bem, confessor que chorei muito! Pensando em assistir de novo..

    ResponderExcluir
  8. Sempre gostei de ver filmes/séries baseados em histórias reais, principalmente quando se trata da Segunda Guerra Mundial.
    Não conhecia o filme, mas pretendo dar um conferida na história em breve.

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro livros de histórias que são ambientadas durante a segunda guerra mundial principalmente com foco no Holocausto e eu lembro de ter Vista esse filme para usar durante um trabalho sobre direitos humanos e fiquei apaixonada e como vida com a história não sei se tu aceita essa sugestão Mas acho que ainda tem na Netflix um filme chamado a suite Francesa e ele é ótimo

    ResponderExcluir
  10. Oi, Lily
    Essa história é muito triste.
    Quero muito ler o livro e assistir ao filme.
    Principalmente o filme, que deve trazer muito emoção sobre essa história de tanta injustiça.
    Gosto muito assistir filmes sobre a segunda guerra mundial e logo assistirei esse.
    Bjs

    ResponderExcluir

Layout Free - Design e Desenvolvimento por: Adorável Design